sábado, 16 de outubro de 2021

Saída de pista deixa um morto

Um grave acidente foi registrado no início da tarde deste sábado, no km 410 da BR-316, entre os municípios de Alto Alegre e Peritoró. O condutor do veículo, e único ocupante, veio a óbito no local.

Por volta das 12h50min, um veículo Renault / Kwid, cor branca, seguia no sentido decrescente da via quando atravessou a faixa contrária, saiu da pista e tombou. O veículo parou alguns metros após o acostamento, nos arbustos que margeiam a rodovia 

As circunstâncias que levaram à saída de pista estão sob análise da equipe PRF que atendeu o acidente.


Fonte: Núcleo de Comunicação Social/SPRF-MA
sexta-feira, 15 de outubro de 2021

ILUMISO: Energia solar é foco do Circuito ACII de Negócios em Imperatriz

 


Acontece nos dias 15 a 24 de outubro no Imperial Shopping na cidade de Imperatriz-MA, o primeiro circuito ACII de Negócios, realizado pela ACII-Associação Comercial e Industrial de Imperatriz.  


O Circuito ACII de Negócios é uma oportunidade para profissionais e empresários prospectarem mercados, identificar novas demandas e ampliar relacionamentos.

 

Aqui será possível apresentar seus produtos e serviços a um elevado número de potenciais compradores”. Pontuou a organizado do evento.

A Ilumisol Energia Solar aproveita o evento para demostra ainda mais sua eficiência como solução energética em tempos de escasseeis oferta e crise hídrica, com financiamento, e seguro gratuito, a Ilumisol se consolida no mercado como uma gigante no setor de energia limpa.


Não perca a chance de instalar Energia Solar na sua casa ou empresa com as ofertas e facilidades da Ilumisol Energia Solar”, empresa expositora do Circuito ACII de Negócios. Nosso “estande está aberto para visitação partir dessa sexta-feira dia (15) de 10h ás 22h. Participe”! Convidou o direto Silas Augusto.

terça-feira, 12 de outubro de 2021

Buriticupu: Polícia Militar realizar ação social com crianças carentes no dia das crianças.

Na manhã deste dia 12 de outubro de 2021, Dia das Crianças, o 30° BPM- Batalhão da Polícia Militar sediado em Buriticupu-MA, "Sentinela do Oeste Maranhense", comandado pelo Ten Cel Diniz, realizou uma importante ação social que levou alegria a muitas crianças, com distribuição de brinquedos para crianças carentes dos bairros Portelinha e Eco Buriti do município de Buriticupu e no bairro nova Bom Jesus do município de Bom Jesus das Selvas/MA.
"Importante ressaltar que ações sociais como essa demonstram respeito e valorização da instituição para com as crianças, bem como ajudam a promover um convívio de confiança e admiração das crianças para com nossos profissionais de segurança pública". Pontuou Diniz.
"A união das forças do 30º Batalhão tem demostrado sensibilidade com ações que leva alegria a crianças, aproximando ainda mais a polícia dos cidadãos". Finalizou o comandante. 

PRF no Maranhão apreende 83 m³ de madeira ilegal em apenas 12 horas de fiscalização

Nesse domingo e segunda-feira (10 e 11) a Polícia Rodoviária Federal no Maranhão apreendeu quatro caminhões transportando madeira de forma ilegal no município de Balsas. Os flagrantes ocorreram durante a Operação Guardiões do Bioma, esforço nacional de combate aos crimes ambientais. 
Na primeira ocorrência, ainda no domingo, uma equipe PRF realizava o patrulhamento ostensivo da rodovia no km 402 da BR-316, município de Balsas/MA, quando deu ordem de parada a um cavalo trator VW / 24.280. Durante a fiscalização constatou-se que o veículo transportava madeira nativa serrada e que as informações assinaladas nos documentos apresentados divergiam da carga ora fiscalizada. A madeira, em um total de 18,86m³, e o caminhão foram apreendidos e estão no pátio da Secretaria do Meio Ambiente de Balsas à disposição do órgão ambiental. O condutor assinou um termo circunstanciado de ocorrência (TCO) e foi liberado em seguida, comprometendo-se a comparecer em juízo quando convocado.
As demais apreensões ocorreram na madrugada dessa segunda-feira (11) no km 404 da BR-316. Os policiais realizavam o serviço de ronda quando abordaram três caminhões que transportavam madeira nativa serrada. Durante a fiscalização, questionando os condutores sobre a origem da carga e os documentos necessários ao transporte, a equipe constatou divergências entre as documentações apresentadas e as cargas efetivamente transportadas. As cargas de madeira serrada, com volume total de 64,20m³ e os caminhões foram apreendidos e estão no pátio da Secretaria do Meio Ambiente de Balsas à disposição do órgão ambiental. Os condutores foram liberados após assinarem o Termo de Compromisso.
segunda-feira, 11 de outubro de 2021

Moto com quatro ocupantes colide de frente com automóvel na BR-135

_as quatro pessoas ficaram feridas. O condutor do automóvel não se feriu_
A Polícia Rodoviária Federal atendeu um grave acidente provocado pela imprudência de quatro pessoas que ocupavam uma motocicleta no alvorecer desta segunda-feira, 11 de outubro de 2021, no km 62 da BR-135, entre Bacabeira e Santa Rita, norte do Maranhão.

Por volta das 5h20, na localidade conhecida como Remanso, próximo ao povoado Rancho Papouco, ocorreu uma colisão frontal envolvendo uma motocicleta HONDA/POP 110I, vermelha, de placa de Santa Rita/MA, e um CHEVROLET/ONIX 10MT JOYE, vermelho, placa também de Santa Rita.
A Equipe PRF de plantão apurou no local que a motocicleta trafegava com quatro ocupantes no momento da colisão. Outra constatação é que a motocicleta entrou para a contramão mão de direção e bateu de frente, sem dar chances para o condutor do Onix.
Duas pessoas tiveram ferimentos graves e duas ferimentos leves. Todos os ocupantes foram encaminhados para um Hospital de Santa Rita.


trecho marcado por acidentes graves e tragédias

Um pequeno trecho de aproximadamente sete quilômetros, entre o povoado São Pedro (km 59), passando pelo Rancho Papouco (km 60), Remanso (km 62) e o povoado Centrinho (km 66), é responsável por boa parte dos acidentes graves e tragédias da BR-135, no Maranhão. 

pastor Estêvão

Há quase 20 anos, o líder maior das Assembleias de Deus no Maranhão, o escritor Estêvão Ângelo de Souza, perdeu a vida quando viajava em uma caminhonete F-1000 pertencente à Assembleia de Deus. Ele viajava no sentido capital para o interior, acompanhado de outro pastor e de uma sobrinha. A caminhonete entrou para a contramão e foi atropelada por um ônibus da empresa Timbira. Todos morreram. 

Três PRFs

No mesmo local, há 25 anos, três policiais rodoviários federais da turma de 1994 também perderam a vida quando voltavam de um plantão na região tocantina. Eles viajavam em um veículo passeio quando colidiram de frente com uma carreta que estava na contramão desviando de um buraco logo após uma curva. 


cinco pessoas de uma mesma família

Um dos acidentes mais brutais daquele pequeno trecho aconteceu no km 61 da BR-135, no Rancho Papoco. Faz cerca de 27 anos, um ônibus derrapou na pista molhada, entrou para a contramão e atropelou cinco pessoas da mesma família que estavam em uma barraca de venda de frutas.


Operação Aparecida - parcial de acidentes

Na manhã de segunda-feira (11), o Núcleo de Comunicação Social da PRF no Maranhão divulgou uma parcial de acidentes dos três primeiros dias da Operação. De sexta (08) a domingo (10) a PRF registrou 11 acidentes com 13 pessoas feridas e dois óbitos, um deles ocorrido bem próximo do local onde aconteceu a colisão da moto com quatro ocupantes. Na ocasião, no final da noite de sexta-feira (08) um ocupante caiu da moto e morreu. O segundo acidente com óbito ocorreu no final da noite de sábado (09), entre Caxias e Timon, na BR-316. Um pedestre foi atropelado e perdeu a vida.


embriaguez ao volante

Nos três primeiros dias de Operação 13 pessoas foram conduzidas para a Polícia Civil por algum tipo de crime flagrado pela PRF nas rodovias. 07 condições foram por embriaguez ao volante. 


emergência ou denúncia ligue 191




Fonte: Núcleo de Comunicação Social/SPRF-MA
domingo, 10 de outubro de 2021

CNPG e Conamp emitem nota conjunta sobre PEC que viola autonomia do Ministério Público

O Conselho Nacional de Procuradores-Gerais dos Ministérios Públicos dos Estados e da União (CNPG) e a Associação Nacional dos Membros do MP (Conamp), lançaram, nesta quarta-feira, 6, nota conjunta repudiando a decisão da Câmara dos Deputados de colocar em votação a Proposta de Emenda Constitucional (PEC 005/21), que pode causa prejuízos à atuação do Ministério Público brasileiro e do sistema de Justiça. A nota conjunta repudia a tentativa de enfraquecer a atuação do MP.

“A sociedade precisa ficar atenta a todas as investidas que vêm acontecendo no cenário nacional, que vão de encontro ao modelo constitucional do Ministério Público Brasileiro. Isso mostra claramente que, na defesa da ordem jurídica, do regime democrático e de direitos fundamentais, acertamos muito mais do que erramos. A Pec 05/2021 representa toda ordem de retrocesso na atuação do Ministério Público, especialmente no combate à corrupção e na proteção do patrimônio público. Retirar a independência funcional de promotores e procuradores é enfraquecer o Ministério Público e a própria sociedade”, destaca a promotora de justiça Nahyma Abas, coordenadora do Centro de Apoio Operacional da Probidade Administrativa.  

As entidades reafirmam que, caso a Câmara dos Deputados coloque em votação a PEC 005/2021, sem uma discussão aprofundada da matéria, o Poder Legislativo poderá desconfigurar a atuação do MP, retirando, dentre outros, a garantia da independência funcional, tão bem consagrada pela Constituição Federal de 1988.

Para o CNPG e Conamp, é importante ressaltar que a PEC 005/21 configura uma ofensa direta à independência funcional dos membros do MP e também uma ofensa indireta ao Poder Judiciário. Se aprovada, a Emenda vai desmantelar o sistema de freios e contrapesos, substituindo os procuradores e promotores durante a tomada de decisão em casos concretos.

Os dirigentes do Ministério Público Brasileiro relembram que controle disciplinar não pode se transformar em desconfiguração ou análise de decisões em casos concretos, papel esse que já cabe ao Poder Judiciário. O CNMP e O Conamp alertam, ainda, que a decisão irrefletida de colocar a citada PEC em votação pode comprometer o bom funcionamento de todos os órgãos do Sistema de Justiça, inclusive o próprio CNMP, causando danos irreparáveis à sociedade brasileira.

A nota conjunta pode ser conferida na íntegra aqui.

Redação: CCOM-MPMA com informações da Assessoria de Comunicação do CNPG
sexta-feira, 8 de outubro de 2021

VEM AI: 1ª LONGÃO GIRO DE ELITE de São Luís a Buriticupu-MA.

O grupo de cliclista, GIRO DE ELITE fará o seu primeiro grande desafio, pedalar os 417 KM que distanciam a capital maranhense-São Luís e o município de Buriticupu-MA, o feito acontecerá nos próximos dias 10 a 12 de outubro, com a participação de vários ciclistas da cidade de Buriticupu e contará com patrocinadores das cidades Buriticupu e Bom Jesus das Selvas.
Segundo o grupo de ciclistas, os prefeitos das duas cidades tem dado apoio a pratica esportiva, “nossos patrocinadores, acreditam que o esporte é uma porta a ser aberta e que quando estes estimulam essa pratica, o mundo fica mais alegre e as pessoas se sentem incentivadas”.
O GRUPO GIRO DE ELITE:
Criado em 2020, em meio a pandemia, por um grupo de amigos, organizado por ciclistas, com o objetivo de proporcionar qualidade de vida, bem-estar físico e emocional.
Segundo o grupo,
“Nosso grupo não tem fins lucrativos, queremos conhecer novos lugares ou ainda, lugares já conhecidos, sob uma perspectiva que só é possível sobre duas rodas, podendo não só ver, mas também sentir o lugar”. Disse Sra. Geane Ferreira, uma das organizadoras 
 
Redes sociais do grupu:
instagram @girodelite https://www.strava.com/clubs/girodelite
quarta-feira, 6 de outubro de 2021

Operação Maranhão Nostrum cumpre mandados de busca e apreensão

 


O Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público do Maranhão realizou, na manhã desta quarta-feira, 6, a Operação Maranhão Nostrum, em parceria com a Polícia Civil do Maranhão, por meio da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor), Centro Tático Aéreo (CTA) e outras unidades.


Mais de 60 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Criminal da Comarca da Grande Ilha de São Luís, foram cumpridos em 14 municípios do Maranhão e na cidade de Várzea Alegre no Ceará. Participam da operação 54 equipes da Polícia Civil, além de promotores de justiça e servidores do Gaeco integrantes dos núcleos de São Luís, Imperatriz e Timon, bem como promotores de justiça das Comarcas de Maracaçumé, Zé Doca, Santa Inês e Guimarães, além de servidores públicos.


Durante a operação, foram apreendidos documentos, computadores, cheques, dinheiro, joias, veículos e lanchas. Em Pinheiro, um dos municípios onde as equipes atuaram, um homem foi preso por posse ilegal de arma de fogo. Todo o material será analisado pelo Gaeco.

A decisão judicial também determinou o bloqueio de contas e aplicações bancárias dos envolvidos até o limite de R$ 159.745.884,37, total de recursos públicos que teriam sido movimentados pela organização. Além disso, o juiz Ronaldo Maciel determinou o afastamento de Irismar Cunha Rodrigues e de Herbeth Costa Penha dos cargos que ocupam junto à Prefeitura de Zé Doca.

 

INVESTIGAÇÃO

A Operação Maranhão Nostrum é resultado do Procedimento Investigatório Criminal nº 011660-750/2018, instaurado no âmbito do Gaeco em 2018, para apurar possíveis fraudes em processos licitatórios para contratação da empresa Águia Farma Distribuidora de Medicamentos Ltda. nos municípios maranhenses de Araguanã, Carutapera, Centro do Guilherme, Maranhãozinho, Pedro do Rosário e Zé Doca entre os anos de 2014 a 2018.

Constatou-se, por meio das análises técnicas realizadas pelo Laboratório de Tecnologia Contra Lavagem de Dinheiro (LAB-LD/MPMA), que a empresa Águia Farma Distribuidora de Medicamentos Ltda. foi beneficiada em diversos certames, sendo os primeiros sócios Josimar

Cunha Rodrigues e Irismar Cunha Rodrigues. Estima-se que, somente em sete contratos realizados com os municípios envolvidos, os valores alcançaram mais de R$ 14 milhões. Ao longo da investigação, observou-se que outra empresa, Construtora Madry, também pertencente aos investigados Josimar Cunha Rodrigues e Irismar Cunha Rodrigues, foi beneficiada no Pregão Presencial nº 03/2014 do Município de Araguanã, sendo a única licitante do certame a firmar o contrato no valor de R$ 1.593.900,00.

As investigações apontaram que, nos anos subsequentes, embora não tenha pactuado nenhum contrato com municípios maranhenses, a empresa recebeu o montante de R$ 6.252.240,24 de outras empresas alvos da investigação. Essas empresas haviam firmado contratos com os municípios envolvidos. São elas: Tencol Terra Nova, Atos Engenharia, J B Construções, Terraplam Construção, Joas Consultoria, R L Nunes dos Santos Almeida, Josimar Viegas Almeida, Atos Engenharia, Projex Construções e Locações EIRELI – ME, Arbo Empreendimentos e Almeida e Lima.

Além disso, detectaram-se transações suspeitas das duas empresas Águia Farma Distribuidora de Medicamentos Ltda. e Construtora Madry para Antônia Lima de Araújo e Mozeli Borges da Silva, ambos vereadores do município de Centro do Guilherme que possuem vínculo social/político com Josimar de Maranhãozinho; para Thiago da Costa Rodrigues, Eduardo Daniel de Sousa Neto, Elicielma de Sousa Vieira Sampaio e Antônia Jordânia Silva, servidores comissionados dos respectivos municípios; para Luciana Macedo Barbosa, Lucas Emanoel Costa Cunha e Gildeilma dos Reis Martins, servidores comissionados lotados no gabinete de Josimar de Maranhãozinho, no período em que foi deputado estadual do Maranhão; para os ex-prefeitos Valmir Belo Amorim (Araguanã 2012 – 2020), José Auricélio de Morais Leandro (Maranhãozinho 2012 – 2020), André Santos Dourado (Carutapera 2016 – 2020), e ainda em favor de parentes do deputado federal.

De acordo com o Gaeco, os indícios apontam para a presença de um núcleo político liderado por Josimar Cunha Rodrigues que, por exercer forte influência nos municípios de Araguanã, Carutapera, Centro do Guilherme, Maranhãozinho, Pedro do Rosário e Zé Doca, formou uma rede especializada na dilapidação de recursos públicos.

Para isso, foi necessário que houvesse um núcleo dos “laranjas”, ou seja, as pessoas físicas que cediam suas contas bancárias para as movimentações financeiras criminosas. Como financiadoras, pertenciam ao núcleo empresarial as sociedades que possuem vínculos políticos e/ou sociais com Josimar de Maranhãozinho e contrataram com os municípios de Araguanã, Carutapera, Centro do Guilherme, Maranhãozinho, Pedro do Rosário e Zé Doca entre os anos de 2014 e 2018.

Portanto, percebeu-se que Josimar Cunha Rodrigues ordenava e liderava a organização criminosa que envolvia cerca de 40 pessoas, dentre elas, sócios de empresas que contratavam com Prefeituras maranhenses ligadas a ele, vereadores, funcionários da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, funcionários públicos municipais e familiares. O objetivo de obter vantagem econômica ilícita era concretizado por meio de licitações fraudulentas, prática de peculato e por meio de transferências suspeitas que apresentam indícios de “lavagem” de dinheiro.

 

ORIGEM DO NOME

A Operação Maranhão Nostrum recebeu esse nome em alusão ao “Mare Nostrum”, termo latino que significa “O Nosso Mar”, dado ao Mar Mediterrâneo pelos romanos, após a conquista de extensões territoriais que os tornavam dominadores da província romana da Hispânia até a do Egito. No presente contexto, a tendência de dominação e poder em diversos municípios mostrou uma organização criminosa com controle da máquina pública para malversação de recursos e práticas ilegais que beneficiam ao mesmo grupo político.

 






 

Redação: CCOM-MPMA

terça-feira, 5 de outubro de 2021

BR-226 interditada em dois pontos na região de Grajaú-MA

_uma interdição por indígenas e outra por tombamento de carreta_
Por volta das 10h37 de terça-feira (05), no km 337 da BR-226/MA, município de Jenipapo dos Vieiras, região central do estado, ocorreu uma interdição total de rodovia por indígenas, que reivindicam pela companhia energética do Maranhão a ligação de energia elétrica no povoado Santa Maria.

A via foi interditada com uso de pedaços de madeira.

A Companhia energética informou que resolveria o problema ainda hoje.


*Outra interdição na mesma BR*

Em Grajaú, no km 426 da BR-226, por volta das 11h28, ocorreu uma interdição parcial em virtude de tombamento de uma carreta. Não houve vítima.

A via foi liberada neste local por volta das 16h30.


Fonte: Núcleo de Comunicação Social/ SPRF-MA

PRF prende duas pessoas com 17 carteiras de identidade falsas no Maranhão

Duas pessoas foram presas, nessa segunda-feira (4), pelos crimes de estelionato e falsificação. As prisões foram realizadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), por volta das 11h30 na BR 010, no município de Imperatriz.

Segundo a PRF, a equipe fazia abordagens de rotina no km 260 da rodovia, quando abordou um veículo I/Fiat Siena Hlx de cor cinza, conduzido por um homem de 44 anos.

Após minuciosa revista no veículo, a PRF encontrou, escondidas no forro do teto do veículo, 17 carteiras de identidade falsas, sendo: 10 com a foto do condutor, três com a imagem da passageira, três com a imagem de um outro homem que, segundo o condutor faz parte da quadrilha, e uma identidade com a imagem de uma quarta pessoa, que também faz parte da quadrilha.

Ao serem questionados sobre o motivo da viagem e os documentos falsos, ambos disseram que iriam aplicar “golpes” no comércio de São Luís.

Além dos RGs falsos, a PRF também apreendeu 11 cartões bancários, duas CNHs, um notebook e R$140 em espécie.

Diante das informações prestadas e do material apreendido, foi constatado, a princípio, a prática dos crimes de estelionato e falsificação de documento público. Foi dada voz de prisão em flagrante aos ocupantes do veículo e, em seguida, após os procedimentos administrativos de praxe, eles foram encaminhados ao plantão central da Polícia Civil.

Diante das informações obtidas foram constatados, a princípio, os seguintes delitos: estelionato e falsificação de documento público.
sexta-feira, 1 de outubro de 2021

Buriticupu: MP faz recomendação ao presidente da câmara de vereadores e aos mandos da CPL

 


O ministério Público do Maranhão representado em Buriticupu pelo Promotor de justiça, Dr. Felipe Augusto Rotondo titular da 1ª Promotoria da comarca de Buriticupu, expediu recomendação na manhã da última segunda-feira (27), ao Presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Buriticupu José Alves Pereira(Peixoto), a Presidente da Comissão Permanente de Licitação e aos demais membros da CPL, atuantes na Câmara de Vereadores de Buriticupu, para que atentem-se para seguir nos procedimentos licitatórios normas de publicidade e rito procedimental legal previsto na Lei 8.666/93 e Lei 10.520/02 e demais normativas pertinentes.

Dr. Felipe Rotondo RESOLVE RECOMENDAR:

Que seja dado ciência prévia à população do Município de Buriticupu, utilizando-se dos diversos meios de comunicação disponíveis no local, em especial o Portal da Transparência e o SACOB do TCE.

 

Ainda, segundo o documento ministerial que atentem-se para seguir nos procedimentos licitatórios normas de publicidade e rito procedimental legal previsto na Lei 8.666/93 e Lei 10.520/02 e demais normativas pertinentes, em especial com a devida publicação dos avisos de licitação no diário oficial do Município, Estado e União, conforme o caso, com prazo suficiente entre a publicação no diário oficial do estado e a realização da sessão.

 

Para Dr. Rotondo, quer que promova preferencialmente, a realização da modalidade pregão eletrônico nas contratações governamentais de bens e serviços comuns, inclusive de engenharia, independente da fonte de recursos envolvida, salvo se ficar cabalmente comprovada a incapacidade técnica ou a desvantagem para a administração pública na realização da forma eletrônica (art. 1º, §4º do Decreto n. 10.024/2019).

 

O promotor adverte que em caso de não acatamento Recomendação em relação a futuras licitações, o Ministério Público adotará as medidas legais necessárias a fim de assegurar a sua implementação, inclusive através de eventual ajuizamento de ação civil pública por ato de improbidade administrativa, visando a responsabilização pessoal dos que derem causa ao descumprimento.

 

A empresa TUBARÃO CONSTRUÇÕES LTDA, apresentou reclamação via e-mail, noticiando que a sessão ocorreu às 08h30, do dia 01/09/2021 e desconformidade com edital e que apresentou declaração da CPL, indeferindo o recurso da empresa, ao fundamento de que houve erro na publicação do mural SACOP, vez que de fato, a sessão seria realizada na 08h30 e que o recurso apresentado estaria em desconformidade com o item 11, do edital da licitação”. Disse Dr. Rotondo

 

Os fatos narrados constituem violação dos princípios da administração pública, notadamente, o princípio da publicidade e da vinculação ao instrumento convocatório, vez que consta expressamente no edital que a realização da sessão pública da licitação seria às 10h30, embora a diferença de horários se apresenta como mera irregularidade formal, devendo o procedimento licitatório ser acompanhado em sua execução a vista de evitar novas irregularidades”. Pontuou o Promotor.

 

Por fim Dr. Felipe diz “o não atendimento a esta Recomendação para próximas licitações implicará em presunção de má-fé por parte do Presidente da

Câmara de Vereadores, Pregoeiro-Oficial e participantes do processo licitatório”. Finaliza.


quinta-feira, 30 de setembro de 2021

Alcoa Brasil lança grupo de inclusão de pessoas com deficiência

O ABLE é mais um avanço na busca constante da Companhia pela promoção de um ambiente cada vez mais inclusivo, diverso e equitativo
 
O Dia de Luta da Pessoa com Deficiência, celebrado em 21 de setembro, representou um marco para a Alcoa no Brasil. Neste dia foi lançado o grupo de inclusão ABLE (Alcoans moving Beyond Limited Expectations - Alcoanos e Alcoanas indo Além de Expectativas Limitantes). Voltado para as Pessoas com Deficiência, a criação do Grupo é mais um avanço da Companhia na nossa busca constante pela promoção de um ambiente cada vez mais inclusivo, diverso e equitativo. O lançamento foi realizado durante um evento virtual, com a participação de mais de 200 colaboradores e colaboradoras da Alcoa Brasil. O evento teve como convidada especial Katya Hemelrijk, consultora de Inclusão na Talento Incluir, que emocionou a todos e todas com sua história de desafios e superações.
O ABLE é liderado no Brasil por Bruna Junqueira, da Alcoa Poços de Caldas - MG, e tem como Sponsor Helder Teixeira, diretor da Alumar, em São Luís - MA. Lideram o Grupo nas localidades: Claudinei Oliveira (Poços de Caldas), Francisca Fontes (Alumar), Robenilson Costa (Juruti) e Guilherme Jaculo (Escritórios). "Estou muito feliz em liderar um grupo com um significado tão importante como o ABLE, e reforçar ainda mais a importância de cada pessoa, independentemente de sua condição, é essencial e necessário”, destaca Bruna. “Trabalharemos juntos para que todos sintam-se valorizados, respeitados e aceitos, e também para promover maior consciencialização em relação à pessoa com deficiência. Acredito na ação de cada um de nós para fazermos a diferença e construirmos um mundo mais inclusivo e melhor para todos".
“Já estamos trabalhando muito forte para fortalecer a diversidade e a inclusão nas nossas localidades e são vários projetos importantes já implementados”, completa Helder. “O ABLE vem ampliar as nossas iniciativas nesta área e esperamos proporcionar mais oportunidades para as pessoas com deficiência, garantindo que a Alcoa seja um ambiente inclusivo na sua totalidade”.
O ABLE é quarto grupo de inclusão da Alcoa. O primeiro a ser criado foi a AWN (Alcoa Women Network - Rede de Mulheres da Alcoa), seguida pela Rede EAGLE, que tem como missão promover uma cultura inclusiva e acolhedora para a comunidade LGBT+, e o AWARE, de inclusão étnico-racial.
 
Sobre a Alcoa
Líder mundial em produtos de bauxita, alumina e alumínio, a Alcoa foi construída sobre uma base de valores sólidos e excelência operacional, operando com inovação desde a revolucionária descoberta que fez do alumínio uma parte vital e acessível da vida moderna, há mais de 130 anos. A Companhia segue impulsionada pelos seus valores.
No Brasil, a Alcoa possui três unidades produtivas, em Poços de Caldas (MG), São Luís (MA) e Juruti (PA), escritórios em São Paulo (SP), Poços de Caldas (MG) e Brasília (DF), além de participação acionária na Mineração Rio do Norte (MRN) e em quatro usinas hidrelétricas: Machadinho, Barra Grande, Serra do Facão e Estreito.

Perfil

JO DIVULGAÇÕES,
BURITICUPU-MA:
jodivulgacoes@hotmail.com
(098)98114-8097

Facebook

PUBLICIDADE