domingo, 25 de agosto de 2019

Fogo consome supermercado em Bom Jesus das Selvas.


Um Incêndio de grandes proporções consumiu um supermercado na madrugada desse domingo(25), na cidade de Bom Jesus da Selvas, segundo informações repassada ao blog Jo Fernandes, o fogo teria começado por volta das 3 hrs da madrugada, de causa ainda desconhecida, segundo nossa fonte, em poucos minutos as chamas já eram vistas de longe destruindo o estabelecimento.



O  corpo de Bombeiros Militar  sedeado em Açailândia a 100km do local do incêndio foi acionado, mas quando chegou, as chamas já havia consumido tudo, ainda, segundo informações o incêndio causou apenas danos materiais, ninguém se feriu.  



sábado, 24 de agosto de 2019

TJMA nega novo pedido da defesa de José Gomes

Na tarde dessa sexta-feira(23), o TJ-MA Tribunal de Justiça do Maranhão, indeferiu um pedido da defesa do ex-prefeito de Buriticupu José Gomes Rodrigues.

O pedido de Atribuição de Efeito Suspensivo, formulado por JOSÉ GOMES RODRIGUES à apelação interposta contra a sentença proferida pelo MM. Juiz de Direito da 1ª Vara da Comarca de Buriticupu, Dr. Raphael Leite Guedes, que, nos autos da Ação Civil Pública por Ato de Improbidade Administrativa, julgou procedente o pedido formulado para condenar o agora ex-prefeito nas sanções impostas no art. 12, II e III, em decorrência da violação aos arts. 10, VIII e XI, e 11, caput, todos da Lei Federal n.° 8.429/1992.

José Gomes e sua defesa pediam o deferimento do pedido de atribuição de efeito suspensivo ao recurso de apelação suspendendo-se até decisão final os efeitos da deliberação do juízo da 1ª vara da Comarca de Buriticupu, que determinou o trânsito em julgado do processo nº 2487-15.2014.8.10.0028, com o seu imediato retorno do ao cargo de prefeito municipal de Buriticupu.

Relatório. Decido.
Como visto, o Requerente pretende atribuir efeito suspensivo à apelação visando suspender a eficácia da sentença proferida pelo Juízo da 1ª Vara da Comarca de Buriticupu, nos autos da Ação Civil Pública por Ato de Improbidade Administrativa nº 2487-15.2014.8.10.0028, que, ao rejeitar os embargos de declaração opostos contra a sentença sob o fundamento da intempestividade, certificou o trânsito em julgado da sentença, o que ensejou a deflagração do cumprimento de sentença”. Disse o desse. Dr. Jaime Ferreira

Destarte, a formação de litisconsorte passivo em ação civil pública por ato de improbidade administrativa é de natureza simples e não unitária, porquanto a sentença final absolutória ou condenatória não será necessariamente aplicada de modo uniforme a todos os corréus, o que, portanto, afasta a incidência do efeito expansivo do recurso interposto pela Defensoria Pública em proveito do ora Requerente”. Pontuou o Desembargado.

“Anoto, ainda, que o recurso de apelação interposto pelos corréus não objetivam causas comuns entre estes e o Requerente, mas sim, pretendem a absolvição dos recorrentes ao argumento da ausência de elemento volitivo (dolo ou culpa) quanto a conduta por eles praticada e na necessidade de individualização da conduta no caso de eventual confirmação da sentença, para que, assim, sejam aplicados os princípios da razoabilidade e proporcionalidade quanto as sanções a eles impostas”. Completou Dr. Jaime

Portanto, ausente o requisito da probabilidade do provimento do recurso ou relevante fundamentação necessário à atribuição do efeito suspensivo ao recurso de apelação interposto pelo ora Requerente, porquanto não foram cabalmente demonstrados”. Finalizou

Do exposto, INDEFIRO o pedido de atribuição de efeito suspensivo ao recurso, nos termos da fundamentação supra”. Sentenciou Desembargador JAIME FERREIRA DE ARAUJO Relator
sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Eleições internas do PT em Buriticupu, conheça os candidatos.

Antônio Lúcio e Fabia do Sindicato 

No próximo dia 08 de setembro, acontecerá as eleições internas do PT -Partido dos Trabalhadores em Buriticupu, o pleito elegerá os dirigente da sigla para comandar o partido no Município nos próximos 4 anos, a disputa ocorrerá entre os candidatos irmão Antônio Lúcio Rodrigues e Fabia Ferreira Sousa, o local de votação será na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Buriticupu das 09 às 17hs.


Irmão Antônio Lúcio Rodrigues tem 62 anos, filiado ao Partido desde 2001, já disputou uma eleição para vereador em 2004, líder religioso, atual vice - presidente do PT no município, seu objetivo, caso seja o escolhido, é reerguer o partido no município rumo às eleições de 2020, além de fazer o trabalho de militância durante toda sua gestão, Irmão Antônio lúcio encabeça a Chapa Lula livre.

Fabia Ferreira Sousa, 36 anos, filiada ao Partido dos Trabalhadores em 2019, líder sindical, atual presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Buriticupu, filha do ex secretário de agricultura do município Antônio Gonçalves o “Peba”. Fábia defende a agricultora familiar e os Movimentos Sociais, e se eleita, fortalecerá os movimentos do Partido dos Trabalhadores em prol de uma sociedade mais justa e igualitária. Fabinha encabeça Chapa Renovação e Resistência.

Boa sorte aos candidatos e sucesso na captação do sufrágio



Judiciário de Buriticupu determina novo bloqueio de R$ 230 mil do Estado, por descumprimento de decisão judicial


O juiz Raphael Leite Guedes (1ª vara de Buriticupu), determinou novo bloqueio de verba pública do Estado do Maranhão, no montante de R$ 230 mil, via penhora on line, pelo descumprimento de decisão anterior, bem como a destinação imediata de três delegados de Polícia Civil, aprovados no último concurso e nomeados no dia 16/08/2019, para a Delegacia de Polícia Civil de Buriticupu. Com mais este bloqueio, o Estado será privado de cerca de R$ 1 milhão, em razão de valores bloqueados a título de multa pelo descumprimento da sentença judicial.

Além dos delegados, o Estado deve designar e manter quatro investigadores de polícia civil; um perito criminal e um médico legista, todos concursados para os referidos cargos, no prazo de dez dias; bem como proceder à reserva das vagas mencionadas no concurso público em andamento para posterior nomeação e lotação em Buriticupu.

A decisão, desta sexta-feira, 23, deve ser cumprida de imediato após ciência pelo Estado e atende ao pedido da Defensoria Pública do Estado (DPE) nos autos de “Cumprimento Provisório de Sentença de Obrigação de Fazer”, pelo descumprimento da tutela antecipada concedida nos autos da sentença de mérito (ACP 0801815-32.2018.8.10.0028), diante da omissão estatal no cumprimento dos itens 1 e 4 dessa ordem judicial, cujo prazo encerrou em 22 de maio de 2019.

Os itens descumpridos pelo Estado são referentes à indicação dos profissionais citados e de recursos materiais suficientes à Polícia Civil de Buriticupu para o exercício das atividades da polícia judiciária, tais como: viaturas, rádios, combustível e armamento, além do fornecimento imediato de água potável, purificadores de água e atendimento médico para os detentos. E, ainda, implementar programa permanente de limpeza e desinfecção das celas.

ALEGAÇÕES - Intimado para apresentar impugnação ao cumprimento provisório de sentença, o Estado do Maranhão alegou que a decisão encontra-se suspensa por decisão do Tribunal de Justiça do Maranhão até o trânsito em julgado da sentença de mérito. Em 31 de julho, o juiz não acatou as alegações e deferiu o pedido formulado pela DPE, determinando o bloqueio de verba pública do Estado, no montante de R$ 710 mil via penhora on line, pelo descumprimento da decisão judicial inicial.

O juiz informou na decisão que até esta data o Estado do Maranhão não cumpriu essa determinação judicial, embora tenha nomeado, em 16 de agosto, mais dez delegados de polícia civil aprovados no último concurso, conforme publicação do Diário Oficial de 16/08/2019 e informado no pedido da DPE, na qual requer o cumprimento da sentença diante do fato novo e nomeações procedidas.

O descumprimento dos itens 1 e 4 da sentença de mérito pelo Estado, já mencionados, tem multa diária de R$ 10 mil reais e permanece em vigor, devendo ser considerada a partir do dia seguinte ao último bloqueio: 01/08/2019, restando, até a presente data, o descumprimento dos referidos itens pelo período de 23 dias, totalizando o montante de R$ 230.000,00.

O juiz complementou que a DPE comprovou o fato novo a ensejar o cumprimento imediato pelo Estado do Maranhão: nomeação, na data de 16/08/2019, de mais 10 dez delegados de Polícia Civil aprovados no último concurso, conforme publicação do Diário Oficial, razão pela qual não há razão ou qualquer justificativa plausível para a continuidade do descumprimento da sentença judicial deste juízo, na medida em que há candidatos aprovados e nomeados ainda não lotados para as delegacias deste Estado.

Assim, não persiste razoável qualquer argumento apresentado pelo ESTADO com relação a eventual ausência de recursos, falta de previsão orçamentária ou impossibilidade do cumprimento da decisão, na medida em que nomeou há menos de 7 (sete) dias mais 10 (dez) candidatos aprovados para o concurso de Delegado de Polícia Civil no último dia 16/08/2019, devendo, portanto, dar cumprimento a decisão judicial conforme determinado”, ressalta o juiz.

Na decisão, o juiz considerou a carência de segurança pública das populações de Buriticupu e Bom Jesus das Selvas (termo judiciário), de aproximadamente cem mil cidadãos, atribuída à inércia do ente público no cumprimento de decisões judiciais, gerando um senso de descrédito na população perante as instituições públicas e aumento demasiado da criminalidade. “Fato que este juízo continuará a combater no sentido do cumprimento da decisão judicial em vigor ainda que necessite adotar outras medidas coercitivas, bem como, eventualmente, atingir o bloqueio de verbas públicas estatais de até R$ 20.000.000,00 (vinte milhões de reais), conforme previsto na sentença”, declarou.

O representante do Ministério Público deverá ser notificado para adotar as medidas que entender cabíveis diante do descumprimento reiterado da sentença judicial da vara, nas esferas cíveis, criminal e de improbidade administrativa.


Helena Barbosa
Assessoria de Comunicação
Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão


quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Prefeito de Açailândia renuncia ao cargo; VEJA CARTA


O prefeito de Açailândia, Juscelino Oliveira (PCdoB), decidiu renunciar ao cargo nesta quinta-feira (22).
Em carta encaminhada à Câmara Municipal por volta das 20h, ele alega “motivos pessoais” e “coerente apelo familiar” como base da decisão. O vice-prefeito Aluísio Sousa assumirá o comando do Município.
Saúde
No documento encaminhado ao Legislativo, Oliveira diz que tomou a decisão após muita reflexão sobre o agravamento do seu estado de saúde em virtude do desgaste físico e mental das responsabilidades do cargo.
“Nesse sentido, descarto qualquer outra motivação para minha atitude que, nem de longe, está atrelada a quaisquer fatos ou circunstâncias relacionada à administração pública municipal ou a pessoas”, diz ele no texto.
Leia aqui a íntegra da carta-renúncia.



Réplica do Judiciário na Escola: Projeto “Escola Legal” é levado aos estudantes de São João do Caru


O Projeto “Escola Legal – doe livros e ajude a construir uma história” chegou ao município de São João do Carú na última quarta-feira, 21. A solenidade de lançamento no município, presidida pelo juiz de Bom Jardim, Bruno Barbosa Pinheiro, ocorreu, na Escola Municipal “Aldenor Leônidas Siqueira”, na Rua Jota Belém, Centro, a partir da 9h, na presença de autoridades municiais e estudantes.

O projeto tem como objetivo de estimular o hábito da leitura e o desenvolvimento da linguagem escrita, por meio da arrecadação de livros paradidáticos, que passarão a compor o acervo das bibliotecas públicas dos municípios beneficiados, que serão disponibilizados aos alunos da rede pública.

O projeto já foi lançado na sede da comarca, em Bom Jardim, no dia 5 de agosto, e agora beneficiará também os estudantes do termo judiciário de São João do Carú, que fica a 92km da sede. O ponto de coleta dos livros será a Secretaria de Educação (Rua do Comércio, s/nº - Centro), onde as doações poderão ser entregues.

Estiveram presentes ao lançamento em São João do Carú, além do juiz Bruno Barbosa Pinheiro, o prefeito municipal Francisco Vieira Alves; os secretários de educação, Herli Sandro de Sousa Lopes; de cultura, Erinaldo Damasceno; o presidente da Câmara, Natanael Silva; o advogado Denys dos Santos Porto, vereadores e os representantes da escola, o professor Antônio Célio e a estudante Maria Eduarda.

O nino nacional foi cantado pela estudante Larissa Sousa de Araújo, aluna do 1º ano do ensino médio da Escola Brenha Raposo e uma oração foi feita pelo pastor Anderson, da Assembleia de Deus.

O Projeto “Escola Legal” foi replicado da comarca de Buriticupu, "Projeto Judiciário na Escola" onde o juiz Raphael Leite Guedes, idealizador, já arrecadou e doou 1.500 livros desde o lançamento da primeira edição doo projeto, em 2018. Com a ampliação das ações do projeto para mais uma comarca, a expectativa é de que sejam alcançados 140 mil cidadãos residentes nas cidades de Bom Jardim, São João do Carú, Buriticupu e Bom Jesus das Selvas.

Segundo o juiz de Bom Jardim, Bruno Barbosa Pinheiro, o projeto concretiza o comando do artigo 205 da Constituição da República de integrar Estado, família e sociedade na promoção ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.

Posteriormente à fase de arrecadação, os alunos do ensino fundamental e médio participarão de um concurso de redação sobre um livro de sua escolha que componha o acervo doado”, informou o juiz ao levar o projeto para a comarca de Bom Jardim.

Helena Barbosa
Assessoria de Comunicação
Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão


quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Dr. Duarte deixa a Comarca de Buriticupu.


Juiz de direito Dr. Duarte 
O juiz de direito Dr. Duarte Henrique Ribeiro de Souza titular da 2ª Vara da comarca de Buriticupu-MA e Bom Jesus das Selvas, foi removido pelo critério de antiguidade para 2ª Vara da comarca de Coroatá na região central do estado.
o magistrado deixa Buriticupu após 5 anos 1 mês e 19 dias de muito trabalho e dedicação ao povo buriticupuense e bomjesusense.

Ao chegar na Comarca de Buriticupu ainda vara única, em Julho de 2014 (Veja aqui), Dr. Duarte se empenho e conseguiu junto ao então presidente do TJ-MA Tribunal de Justiça do Maranhão desembargador Dr. Cleones Carvalho Cunha a instalação da segunda vara da qual foi ser o primeiro titular.

Em Buriticupu e Bom Jesus das Selvas Dr. Duarte celebrou mais de 400 casamentos comunitários, em quatro edições do “Projeto Caimento Comunitário”, julgou milhares de processos e realizou incontáveis audiências, além de presidir dezenas sessões do júri popular, como juiz eleitoral conduziu duas eleições, uma geral e outra municipal nos processos eleitorais foi imparcial proporcionando ao eleitor a livre escolha a pratica do sufrágio.
  
Com seu jeito manso, porém firme, o magistrado pautou sua atuação na ética e acima de tudo na honestidade, conquistou admiradores, entre eles esse blogueiro, que é testemunha do quanto Dr. Duarte é um bom juiz, e mereceu o título de cidadão buriticupuense concedido ao magistrado, pelo parlamento municipal por unanimidade em forma de reconhecimento dos bons serviços prestados aos seu Comarcando.

Dr. Duarte tomará posse em sua nova comarca no próximo dia 3 de setembro, a CGJ- Corregedoria Geral de Justiça devera designar Dr. Raphael Leite Guedes, titular da 1ª Vara para assumir interinamente as duas vara da comarca de Buriticupu, enquanto sai o mini concurso de remoção para preenchimento da vaga deixada por Dr. Duarte.
Dr. Duarte e Equipe 2ª Vara

Gostaria de agradecer a toda a população o acolhimento que recebi nesta cidade e as manifestações de carinho e afeto recebidas. Foram imprescindíveis para amenizar a distância da família e tornar o trabalho na Comarca mais prazeroso. Tenho um carinho especial pelas cidades de Bom Jesus das Selvas e Buriticupu. Foram 5 anos, 1 mês e 19 dias muito bem vividos. Não posso me esquecer de toda a minha equipe. Foi realmente um privilégio poder trabalhar todo esse tempo com os bons amigos que fiz neste Fórum. Deixo um agradecimento também a todos os advogados pela compreensão e esforço conjunto para prestar um bom serviço ao jurisdicionado. Lembro-me dos profissionais do Ministério Público, da Defensoria Pública, dos servidores municipais que integram a equipe multidisciplinar com quem tivemos o prazer de trabalhar ao longo desses anos. Foram também indispensáveis para o sucesso do trabalho aqui desempenhado. Posso dizer que nossa relação de trabalho se tornou também uma relação de amizade. A todos, meu muito obrigado”. Declarou Dr. Duarte

Tribunal de Justiça mantém perda do cargo de Zé Gomes mantendo integralmente a decisão do Juiz de Buriticupu


Declarada a perda do cargo por sentença em processo de improbidade administrativa pelo juiz de direito Dr. Raphael Leite Guedes titular da 1ª Vara da comarca de Buriticupu, o agora ex-prefeito de Buriticupu José Gomes Rodrigues(PRB), recorreu de uma sentença transitada em julgado querendo quebrar o ordenamento jurídico, o que seria um absurdo.

Na tarde desta quarta-feira(21), o TJ-MA, Tribunal de justiça do Maranhão manteve integralmente a decisão do juiz de primeiro grau ao analisar o pedido liminar no recurso protocolado pela defesa. Ainda cabe a análise final pela Câmara do TJMA.

INDEFIRO O PEDIDO DE TUTELA RECURSAL, mantendo-se a decisão de origem até o julgamento de mérito do presente recurso de José Gomes Rodrigues. Despachou Desembargador JAIME FERREIRA DE ARAUJO”, Relator do caso no TJ-MA.

Notifique-se o MM. Juiz de Direito da 1ª Vara da Comarca de Buriticupu/MA para tomar ciência desta decisão, ficando desobrigado de prestar informações a não ser que tenha sido modificada a decisão agravada ou acontecido qualquer fato novo que mereça ser trazido ao conhecimento deste Relator”. Completou Dr. Jaime.

Prêmio FAPEMA tem R$ 200 mil para estudantes, pesquisadores e inventores

Termina, nesta sexta-feira (23), o prazo para as inscrições do Prêmio Fapema 2019 – Terezinha Rêgo. São cerca de R$ 200 mil em premiações para estudantes do Ensino Médio, universitários, pós-graduados, pesquisadores veteranos, inovadores e jornalistas.

Os ganhadores receberão diploma e troféu oficial do concurso e prêmio em dinheiro. O edital está no site fapema.br, onde também podem ser feitas as inscrições. Os vencedores do prêmio serão conhecidos na cerimônia do dia 5 de dezembro, no Teatro Arthur Azevedo, na capital maranhense. As premiações individuais variam de R$ 1.250 a R$ 10 mil.
Veja as categorias abaixo e saiba em qual você pode concorrer:

Pesquisador Júnior
Destinado aos estudantes do ensino médio e/ou técnico de Instituições de Ensino públicas sediadas no estado do Maranhão, que estejam envolvidos em atividades de pesquisa, sob a orientação de um professor/pesquisador regularmente vinculado à mesma instituição de ensino e que tenham concluído o projeto entre julho de 2018 e julho de 2019.

Jovem Cientista
Direcionado aos estudantes da graduação de Instituições de Ensino Superior (IES), públicas ou privadas sem fins lucrativos, sediadas no estado do Maranhão, que estejam envolvidos em atividades de pesquisa, sob a orientação de um professor/pesquisador regularmente vinculado à mesma instituição de ensino e que tenham concluído o projeto entre julho de 2018 e julho de 2019.

Dissertação de Mestrado
Destinado aos estudantes de mestrado que tenham concluído o curso entre julho de 2018 e julho de 2019 em Programas de Pós-Graduação, reconhecidos pelo MEC/Capes, em Instituições de Ensino Superior, públicas ou privadas sem fins lucrativos sediadas no estado do Maranhão.

Tese de Doutorado
Destinado aos estudantes de doutorado que tenham concluído o curso entre julho de 2018 e julho de 2019, em Programas de Pós-Graduação, reconhecidos pelo MEC/Capes, de Instituições de Ensino Superior, públicas ou privadas sem fins lucrativos, sediadas no estado do Maranhão.

Pesquisador Sênior
Direcionado aos pesquisadores doutores de Instituições de Ensino Superior, públicas ou privadas sem fins lucrativos, sediadas no estado do Maranhão, com produção científico-tecnológica, relevante e regular (por pelo menos cinco anos), e experiência em formação de recursos humanos.

Jornalismo Científico
Destinado aos profissionais graduados em Comunicação Social, que tenham desenvolvido matérias voltadas à divulgação e popularização da ciência, tecnologia e inovação em veículos de comunicação do estado do Maranhão.

Inovação Tecnológica
Destinado aos pesquisadores, inventores e/ou detentores de inventos protegidos do estado do Maranhão. O prêmio será concedido ao trabalho com maior pontuação com pedido de proteção entre julho de 2018 e julho de 2019 e, preferencialmente, em fase de transferência de tecnologia para uso pela sociedade.

Popvídeo Ciências
Destinado aos estudantes do ensino médio e/ou técnico, graduação, mestrado e doutorado vinculados as Instituições de Ensino públicas ou privadas sem fins lucrativos, sediadas no estado do Maranhão, que tiveram bolsa Fapema vigentes entre julho de 2018 e julho de 2019.
Clique aqui para ver o edital: https://www.fapema.br/index.php/edital-fapema-no-012-2019-premio-fapema-terezinha-rego-2019/

CONVITE: 5º Encontrão Diocesano de Catequistas 2019 em Buriticupu-MA.

PROGRAMAÇÃO:


08h00= Acolhida e animação: Músicos das Paróquias Santa Rita e Santa Luzia. 
LOCAL: quadra da escola Simar Pereira Pinto
08h00= Café da manhã.

09h00=   Abertura e Boas-vindas: Pe. Antônio Rodrigues

Comunicados práticos e horários: Ir. Yackelyn 

09h15= Oração: Coordenação diocesana 

09h45= Catequese: Dom Evaldo Carvalho, bispo de Viana.

11h30= Animação 

11h40= Apresentação Sínodo(REPAM)

12h00= Adoração ao Santíssimo sacramento. Pe. Rosivaldo Freitas.

12h30= Almoço 

13h30= Animação 

14h00= Partilha do 3º Nordestão Aracaju (Coordenação) 

14h15= Apresentação das paróquias e sorteio da rifa.

15h30= Celebração Eucarística

Entrega da vela para a paróquia que receberá o próximo encontrão 

17h00= Peregrinação nas ruas da cidade. 

18h00= Benção 

18h00 Lanche

Fonte: Catequese Paroquial 
terça-feira, 20 de agosto de 2019

Júri condena réu há mais de 15 anos de cadeia em Buriticupu

Em júri realizado nessa terça-feira(20), pela 1ª vara da comarca de Buriticupu-MA, o conselho de sentença condenou o réu André Conceição de Carvalho, há 15 (quinze) anos e 9 (nove) meses de reclusão, a ser cumprida em regime inicialmente fechado na penitenciaria de Pedrinhas na Capital Maranhense, para onde deverá ser levado o acusado.

André foi acusado pelo MP-MA Ministério Público do Maranhão, de cometer o crime de homicídio qualificado contra a vítima Antônio Gomes de Sousa, fato ocorrido no dia 06/05/2007, por volta de 20:00hs, no estabelecimento comercial do “Bar da Neguinha”, Município de Bom Jesus das Selvas/MA.
Juiz Dr. Raphael Leite

  A sessão do Tribunal do júri foi presidida pelo Dr, Raphael Leite Guedes Juiz de Direito Titular da 1ª Vara de Buriticupu e Bom Jesus das Selvas, atuaram na defesa do réu as competentes defensoras públicas do Núcleo Regional de Buriticupu, Dra. Francismar Félix Mappes e Dra. Drª Verônica Ticiana Macau.
defensoras  Verônica e  Francismar 

A acusação ficou a cargo do valente representante do Ministério Público do Maranhão Luciano Henrique Sousa Benigno, Promotor de Justiça Pública substituto da 1ª promotoria da comarca de Buriticupu.
 
Dr. Luciano Benigno-promotor de justiça
 Amanhã, (21) será julgado José Sousa da Conceição, a quem foi imputado a pratica do crime de homicídio, ocorrido no dia 25 de outubro  de 2009,  por volta  das 21:h, na Fazenda  Bela Rosa em Bom Jesus  das Selvas,  segundo a acusação JOSE estava na casa  de ANTONIO  BRAGA (vítima), junto com amigos e a família ingerindo bebidas alcoólicas, em dado momento,  sem qualquer explicação plausível, JOSE retirou¬ se do local e ali retornou portando uma arma  de fogo e teria apontado para vítima, passou a acionar o gatilho sucessivas vezes, segundo o acusado, sem querer efetuo disparos que causou a morte de ANTONIO  BRAGA.

As sessões do Tribunal do Júri ocorrerá na sede da comarca a partir da 08:30 horas, no Salão do Júri do Fórum, situado à Rua Dep. Vila Nova, s/n, Terra Bela, Buriticupu-MA, a sociedade poderá assistir. 

CONVITE: Audiência Pública sobre revisão biométrica em Bom Jesus das Selvas.


Juiz Dr. Raphael e Des. Dr. Cleones
O Presidente do TRE - Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, Desembargado Dr. Cleones Carvalho Cunha e o Juiz eleitoral titular da 95ª Zona eleitoral em Buriticupu, Dr. Raphael Leite Guedes convidam toda a população da Cidade de Bom Jesus das Selvas-MA, para uma audiência pública que será realizada no próximo dia 23 de setembro naquela Cidade a partir das 10 da manhã em local a ser definido em breve.

Segundo o juiz eleitoral Dr. Raphael, a audiência contará com a presença do Presidente do TRE/MA, Des. Dr. Cleones, além de representantes do MP-MA Ministério Público do Maranhão da DPE- Defensoria Pública do Estado e de autoridades locais.  

Os 18.717 eleitores daquele município estão passando por recadastramento biométrico que começou nessa terça-feira 20 de agosto e vai até o dia a 18 de outubro de 2019.

Convocamos toda a população a se fazer presente na audiência pública sobre a importância da revisão biométrica. Inclusive, aqueles eleitores que não comparecerem terão o título cancelado pela Justiça Eleitoral e não poderão votar nas eleições de 2020 até que seja feita a regularização. A partir de hoje até o dia 18/10/2019, a população deve comparecer a Câmara Municipal de Bom Jesus para a revisão biométrica, de segunda a sexta de 8 às 18h e aos sábados de 8 as 13h.”

Perfil

JO DIVULGAÇÕES,
BURITICUPU-MA:
jodivulgacoes@hotmail.com
(098)98114-8097

Facebook

Publicidade: